sexta-feira, 30 de setembro de 2016

OUTONO, CHEGASTE!


Já se sente aquelas manhãs mais frescas, com aquele cheirinho especial que se sente ao abrir a porta das nossas casas e as folhas das árvores começam a cair e a deixar as ruas cheias de cor.

Como gosto quando esta estação nos presenteia com dias de sol que aquecem a alma. De irmos até um parque e apreciar toda essa transformação de Outono e aproveitar a mudança de estação para reflectirmos sobre nós, sobre o que está bem e menos bem e deixar para trás o menos bom e deixar permanecer o que realmente importa e nos faz feliz.


Mas, também os dias com chuva podem ser vividos de forma feliz, ver um filme ou ler um livro enroscados numa mantinha ou até mesmo a conviver com a família ou amigos, a comer as deliciosas castanhas assadas, que são fruto da época. Sabe tão bem! São as pequenas coisas da vida que nos fazem mais felizes.

Desfrutem de cada estação da melhor maneira, estejam atentos aos pormenores e verão que a natureza é linda em todas as estações.

Que cada estação seja de reflexão!

Sejam felizes e sonhadores!













 


sábado, 30 de abril de 2016

Tratamentos de Fertilização

Hoje, vou mencionar tipos de tratamentos que podem ser feitos para que o casal consiga alcançar o tão desejado sonho de serem pais e também uma breve explicação deles.



INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL

Consiste na colocação de uma amostra de espermatozóide, preparada previamente no laboratório, no interior do útero da mulher.






FERTILIZAÇÃO IN VITRO (FIV) e 

MICROINJECÇÃO INTRACITOPLASMÁTICA (ICSI) 


Nestes dois os procedimentos são iniciados através de medicação por via injectável, feita pela própria mulher, a fim de estimular os ovários a produzirem mais ovócitos que o habitual. 

Na consulta de programação do tratamento é dado à mulher o guia de tratamento com toda a dosagem que deve ser administrada diariamente e a hora em que deve ser feita. 

O desenvolvimento dos ovócitos vai sendo controlado pelo médico, através de ecografias e análise ao sangue.

Assim que o médico considere que há ovócitos maduros prontos para serem recolhidos é marcado o dia para a punção dos óvulos. 
No dia anterior à punção a mulher faz outro tipo de injecção homonal, que se chama OVITRELLE, em que a sua função é provocar a libertação dos ovócitos a partir dos ovários.

Os ovócitos são recolhidos a partir dos ovários, sob anestesia geral, durante mais ou menos 15 minutos, sendo de seguida postos em contacto com os espermatozóides, para que ocorra a fertilização, com formação de embriões.

A recolha dos espermatozóides é feita durante o tempo em que estão a ser retirados os óvulos.  

No dia seguinte à recolha dos óvulos, é-nos informado se houve fertilização e o dia da transferência do embrião ou embriões.


Na FIV e ICSI O tipo de medicação e todos os outros procedimentos são iguais.


A única diferença é que na primeira são vários espermatozóides que são colocados em contacto com os óvulos maduros e na segunda é o melhor espermatozóide que é injectado no óvulo. Este último, acontece quando ocorrem  factores masculinos que não permitem a fertilização.


Sejam felizes e sonhadores :)




               

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Primavera...

Eu adoro todas as estações do ano, para mim, cada uma delas tem sempre algo de encantador que possamos viver, mas hoje falo da Primavera, talvez a mais especial.

Este ano, aqueles belos e quentinhos dias de sol estão a custar aparecer, vem um de longe a longe e quando aparecem é tão, mas tão bom, aquecem o nosso dia e tornam-no mais leve, só nos apetece sair e aproveitá-lo ao máximo.
Venham depressa dias de Sol para que possamos livrar-nos das roupas de Inverno e vestir as mais leves e coloridas da Primavera.

O tempo pode até andar meio desadequado, mas outras coisas maravilhosas vão acontecendo. As árvores começam a ficar coloridas, algumas somente verdes, outras com flores de várias cores, nos jardins podemos ver as tulipas, as petúnias, as orquídeas, os jacintos, os amores-perfeitos, os jarros e tantas outras. 

O cantar dos passarinhos, logo pela manhã, é música para inspirar o nosso dia. E as borboletas...tão belas que são!

A natureza é tão encantadora! A cada dia que passa torno-me mais observadora dela. Com o dia-à-dia, muitas vezes, esquecemos-nos da coisas mais simples da vida e com essa correria nem estamos atentos ao modificar de cada estação, ao bonito que cada uma delas nos vai mostrando ao longo dos meses.   

Os campos ficam tão bonitos nesta altura, alguns deles cheios de flores brancas ou amarelas, as chamadas flores do campo, outros somente verdes. Como me inspiram! Fazem-me querer ficar ali, a observar-los, a silenciar e a reflectir no que de bom a vida já me ofereceu e na coragem e força que já encontrei nos momentos menos bons. Sou grata por tudo e acredito que cada dia será ainda melhor. 

Adoro fazer caminhadas e deixar-me levar pela beleza desta estação. 

Como é bela a Primavera! O Sentir cada cheiro que com ela trás e o poder olhar tudo que de belo nos oferece é deslumbrante! 


Sejam felizes e sonhadores! :)

























  


A primeira consulta no hospital... ecografia e análises.

Depois de três meses, mais ou menos, chegou o tão esperado dia.

O médico realizou um breve questionário sobre cada um de nós: se existiam doenças de família, como algum tipo de cancro; se sofríamos de alguma doença; como eram os meus ciclos menstruais, se regulares ou irregulares, com dores menstruais ou sem dores... entre outras perguntas.


Logo após ter sido examinada, o ginecologista disse-me que sofria de Endometriose, que passo explicar.


Endometriose é quando o tecido endometrial cresce fora do útero, podendo atingir os ovários, intestinos, bexiga, trompas... 




Os principais sintomas podem ser, menstruações dolorosas e irregulares, hemorragias mais prolongadas durante a menstruação, cólicas abdominais fortes e dor nas relações sexuais.
A endometriose pode ser a principal causa da infertilidade, mas a gravidez não é impossível. 

Se alguma mulher sofrer, constantemente, de algum destes sintomas que procurem ajuda médica, o quanto antes. Estes sintomas não são normais, mesmo que digam que poderão ser, não fique só pela opinião de um médico.
Eu só descobri que sofro de endometriose nesta primeira consulta.

Neste dia também foi-nos dito que tipo de tratamento seria o mais indicado para nós, iria ser ICSI (Microinjecção Intracitoplasmática de Espermatozoides).  

Até a uma próxima consulta eu teria de fazer uma ecografia para ver como estavam os meus ovários e fazer novas análises hormonais e o meu marido iria fazer uma análise genética.
 
Na ecografia via-se que um dos meus ovários estava afectado, tinha um quisto, devido à Endometriose. No entanto, o seu tamanho ainda não era impedimento para prosseguir com o primeiro tratamenro de ICSI, as análises estavam normais, tanto as minhas como a genética do meu marido.


A próxima publicação será sobre os tipos de tratamentos de fertilização.

Sejam felizes e sonhadores! ;)
    

  

sábado, 16 de abril de 2016

Quando tudo começou...


No ano de 2013 decidimos iniciar uma nova fase na nossa vida, o grande sonho de qualquer casal que se ama, sermos pais. Longe de nós imaginar que esse sonho nos iria dar uma grande luta pois, já passaram, praticamente, 3 anos e ainda não o conseguimos concretizar, mas acreditamos que esse sonho será alcançado.

Tentamos engravidar de forma natural, quase durante um ano. O que é certo é que, os meses iam passando e a gravidez não acontecia, era frustração mês após mês, até que procuramos ajuda médica.

Fomos então à ginecologista e no momento eu só tinha uma infecção, nada grave e que sendo medicada  passaria. Mandou-me fazer análises hormonais e fez-me o teste do papanicolau.
Na consulta seguinte fui saber quais os resultados das análises e do teste do papanicolau. 
Aparentemente estava tudo normal e assim sendo foi passado um espermograma para o marido fazer.
O resultado desse exame tinha alguns valores que não eram normais, mas não era nada de muito grave e poderia ser essa a razão da não gravidez.

Após esta consulta a ginecologista reencaminhou-nos para o hospital público para as consultas de infertilidade, onde estamos até hoje a ser seguidos.

Na próxima publicação falarei sobre a primeira consulta no hospital.

Até breve :)

Sejam felizes e sonhadores!